Seja Bem Vindo

Ajude nos a levar a palavra de Deus ao mundo.

Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16:15).

Membros

Todos os membros poderão enviar mensagens, textos, comentários e participar de promoções exclusivas. Participe.

Acesso para Membros

Não é membro? Cadastre-se!



Principal Quem Somos Noticias Vídeos Reflexão Dicas de Filmes Publicidade Fale Conosco
CONTEÚDO
  • Página Principal
  • Bíblia On-Line
  • Dicas de Filmes
  • Textos para Reflexão
  • Notícias Gospel
  • SMS
  • Publicidade
  • Quem Somos
  • Parceiros
  •  
    Notícias gospel
  • Brasil
  • Cinema
  • Esportes
  • Internacional
  • Missões
  • Música
  • Oportunidades
  • Política
  • Saúde
  • Tecnologia
  • TV
  •  
    utilidades
  • Nossos Banners
  • Para o seu Site e Blog
  •  
    Entretenimento
  • Bate Papo
  • Cartão Virtual
  • Novos Testes Bíblicos
  • Eventos Gospel
  • Vídeos
  • Rádio On-line
  •  
    Siga-nos



    Notícias Gospel Jovens
    Nota: 2.2/5 (27 votos)
    Tecnologia - Site que vendia conversas do WhatsApp entra na mira do MP

    (1418) acessos desde 29/07/2015 - 16h46min

    O site Cartório Virtual é alvo de uma investigação no Ministério Público de São Paulo acusado de vender informações sigilosas. O endereço eletrônico oferece consulta ou revelação de dados de documentos pessoais, como CPF e CNPJ, listas detalhadas de ligações telefônicas, localização de bens, pessoas e - pasmem - até conversas no Whatsapp.

    Logo após a divulgação da investigação do site pelo Estadão, o texto que anunciava a revelação de mensagens no WhatsApp, bem como o valor do serviço, que era de R$ 4 mil, foram suprimidos. Entretanto, até o dia 26, o site prometia entregar documentos que detalhavam as conversas feitas através do aplicativo de mensagens por qualquer usuário. Bastava o número de telefone para iniciar a bisbilhotagem.

    Imagem redimensionadaEntre os outros serviços oferecidos pelo Cartório Virtual estão a busca de imóveis por nome ou CPF, e custa R$ 298. Já a consulta de dois números de celular, a chamada bilhetagem, que detalha todos os registros de ligações efetuadas, duração e data de chamada, além do número de destino, sai por R$ 365,00.

    O promotor criminal Cassio Roberto Conserino, que encabeça a investigação contra o site, a comercialização de dados confidencias dos cidadãos viola o direito à intimidade e vida privada. Inclusive, a quebra do sigilo telefônico de qualquer cidadão sem autorização é considerado crime. Ele afirma que é evidente que esses dados pessoais são coletados à margem da legalidade.

    Após reunir indícios, o promotor solicitou à Justiça a suspensão do site. O pedido, contudo, foi indeferido sob o argumento de falta de comprovação contra a prática de bilhetagem. O juiz que analisou o pedido do promotor considerou desses dados como "domínio público".

    Conserino recorreu e solicitou um mandado de busca e apreensão na casa do dono do site, apontado como Marcelo Lages Ribeiro de Carvalho e levantou provas sobre a prática de bilhetagem. O trâmite aguarda decisão judicial.

    Fonte: Olhar Digital

    Enviar Comentário Indicar para um Amigo Assinar Feed Siga-nos Imprimir
    VER OS COMENTÁRIOS DA NOTÍCIA
    Não existe nenhum comentário para esta notícia, envie seu comentário agora mesmo.
    Clique aqui

     

    newsletter

    Digite o seu e-mail abaixo:

    Adicionar Apagar

     
    usuário
  • Fazer Login
  • Cadastrar no Site
  •  
    Enquete
     
    RÁDIO GOSPEL
    Ouça a rádio Gospeljovens
     
    ÚLTIMOS USUÁRIOS

    thamyres
    nova odesa / SP

    Anne caroline
    Rio de janeiro / RJ

    FERNANDA
    PEDRA PRETA / MT

    Geilson Monteiro da Silva
    altamira / PA

    lucas da cruz silva
    fortaleza / CE

    Claudio Cesar
    Diadema / SP

    Criislya
    Morada-Nova / CE

     



    Desenvolvimento de Sites, Portais, Sistemas para Internet e Hospedagem